Foi realizada no dia 30/06 uma Assembléia Geral Extraordinária onde tinha como pauta a votação sobre a proposta de reajuste salarial linear de 21,3% apresentada pelo Governo no dia 25/06. A Diretora Administrativa e Financeira que presidiu a assembleia, Tânia Moretti, informou os detalhes da referida proposta sendo parcelada desta forma: 5,5% em 2016, 5,0% em 2017, 4,75% em 2018 e 4,5% em 2019. Foi informado ainda que o governo insinuou que os demais pontos da pauta de reivindicações estão condicionados a aceitação desta proposta, ou seja, podem ou não ser negociados. Tânia ressaltou que uma nova reunião com o governo e o fórum dos federais está agendada para o dia 07 de julho para que o fórum dê uma resposta ao governo sobre a aceitação ou não da proposta de reajus